sexta-feira, julho 07, 2006

"Issues" que encontrei no dia de hoje

Marcas de guerra
Uma criança iraquiana espreita por um buraco de bala feito durante um combate entre rebeldes e soldados, em Sadr City. A troca de tiros no principal bairro xiita de Bagdad fez nove mortos e 34 feridos. Foto: Karim Kadim/AP (Público)


A frase do dia... (Também encontrei no público)
"(...) Alguém ia mexer nos ossos de D. Afonso Henriques e a ministra não sabia. A pátria tremeu."Nuno Pacheco
07-07-2006 - 10:22

Por fim, uma nota informativa sobre uma modalidade que finalmente pratiquei no fim de semana passado pela primeira vez e que já deixou a sua marca positiva em mim. Será para continuar...? Pilates:

O Método Pilates é uma forma de exercício, de conceito holístico. Deve o seu nome a JOSEPH HUMBERTUS PILATES ( 1880 -1967) nasce em 1880, perto de Dusseldorf - Alemanha. Com uma infância adoentada, Pilates propôs-se superar as suas dificuldades. Por isto, ainda adolescente, foi destro ginasta, esquiador e mergulhador. Preparou-se em fisiologia, anatomia e conhecimento da Medicina do Oriente. Em 1912, aos 32 anos, viaja para a Inglaterra onde explora diversas actividades como o boxe, o circo e é ainda instrutor de defesa pessoal na Polícia Civil Inglesa.


No começo da I Guerra Mundial, fica recluso com outros alemães nos campos de Lancaster. Ocupa o seu tempo livre dando aulas aos internos. Recebe tanto crédito que nenhum deles foi afectado pela epidemia de Influenza que matou milhares de ingleses nestes anos (1918). Ainda recluso, actuou como enfermeiro a favor dos doentes e feridos na guerra. Conseguiu deixar os seus pacientes estáveis e apesar dos ferimentos, eles foram capazes de se movimentar por si mesmos, graças à firmeza dos seus músculos. Foram assim todos beneficiados com a saúde, praticamente impossível sem a presença de treinos e exercícios.
O Método Pilates. O que é?
O Método Pilates é baseado na Contrologia, cujos princípios foram definidos por Joseph Pilates.

“A Contrologia é desenhada e conduzida especificamente para fazer circular o sangue lento, distender cada capilar , forçar a linfa através de cada interstício, pelo alongamento de cada músculo e de cada tendão e pela torção do corpo. Tudo isto sob o rigoroso controlo de um cérebro desperto em cada uma dos seus biliões de células nervosas.”
Joseph Humbertus Pilates
Para quem é indicado?

O Método Pilates, em todos os exercícios que o compõem, pode ser adaptado, modificado e doseado para homens e mulheres de todas as idades. É adequado a desportistas, a sedentários, a mulheres grávidas, a pessoas em processo de reabilitação e para qualquer um que pretenda
melhorar a sua condição física ou condição de vida.

2 comentários:

wednesday disse...

Optei por deixar os comentários à parte...
Quanto à foto do Iraque, é só um pensamento que deixo. Enquanto nós aqui nos rodeamos da nossa vida frenética (mais para quem vive nas grandes cidades), o dia-a-dia dos iraquianos faz-se de um convívio pleno com a guerra, o medo, a morte!
Sobre a frase do Nuno Pacheco, foi a minha reacção também ontem quando soube que o Governo tinha proibído o estudo que ia ser feito ao Túmulo do nosso 1º Rei! Acho inacreditável que o Governo alegue que não sabia...
Por fim, uma nota ao Pilates. Apesar de ter ido a uma aula apenas de apresentação, foi óptima! Saí de lá relaxada, sem aquelas dorzecas irritantes que muitas vezes temos devido à má postura e vim a pensar que para o ano além de actividades de ginásio, devia "investir" nestas práticas holísticas. Muito bom para quem está a fazer um doutoramento no panorama descientífico nacional!... :)

Joana disse...

eu fui ctggggggggggg ao pilatessssss
mto mto mto bom!!! Aconselho a tda a gente!! Body Balance e Pilates!!
Melhor... seria fazer pilates ou body balance em pleno por do sol na praia!! Isso sim!!!