sexta-feira, setembro 14, 2007

Capítulo 4



É incrível como em tão pouco tempo conseguimos ir do melhor ao pior. Diana nem sabia como podia ter dito o que disse a Miguel. Assim a frio, no primeiro encontro, no mundo dos sonhos. Medo de tudo ou habituação à indeferença e à indecisão, deixou-a fraca, sem força para arriscar uns trocos na sua própria felicidade.
De urgência chegou-lhe Catarina a casa, no seu jeito único de amiga, consolou-a. E disse-lhe tão simples e directo como o vento:
“Olha para a tua vida e toma uma decisão. Não podes tê-los aos dois. Com qual deles deixaste a felicidade? Queres ir para os EUA? Ou arriscar? Só para que saibas, o Miguel está a fazer a mala para ir passar um mês ao Porto, talvez se empregue lá.”
Diana estava numa ponte. De um lado o risco, a emoção, a paixão e felicidade imediata. Do outro a segurança, o conhecido e a estabilidade. Talvez fosse a decisão mais difícil dos seus 29 anos, mas estava ali na mão dela o futuro. De ambos Diana sabia que como um abrir de mãos os podia deixar simplesmente ir para longe da sua vida. Como não deixar ir ambos? Para onde seguir?
Por momentos sentiu-se fraca e só, no seu quarto. Fraca, com vontade de desaparecer. Não conseguia respirar com cadência normal. Um aperto do coração roubava-lhe a felicidade, a vontade de amar. Saíu de casa a correr, pegou no carro. Não podia chegar atrasada. A hora da partida aproximava-se. Chegou e correu para o carro já quase em movimento e simplesmente gritou:
“Miguel, não fiquei com o pedido de casamento. Prefiro trocá-lo pela feliciade. Ainda vou a tempo?” – e o gritou selou-se com um beijo de eterna felicidade.
- FIM -

5 comentários:

Cat disse...

Olá! Li os quatro capitulos de uma só vez. Gostei bastante. Vou voltar na esperança de encontrar outras histórias! :)

Thunderlady disse...

Wednesday, gostei imenso.

(Agora, assim "off the record", conta lá... o Ricardo ficou com a Catarina?)

MiSs Detective disse...

a mnh wed tem jeitinho pa isto e nao tinha dito a ninguem|!!

(thunderlady tu és má LOLOL)

wednesday disse...

thunderlady, a Catarina é boa amiga:P

Aisling disse...

Eu também gostei imenso! Acho que tens mesmo jeito para isto! ;)