quinta-feira, março 06, 2008

"Ir à terra"

Pois que* há para aí muito boa gente residente em Lisboa e Lisboeta (sim Miss Detective, esta era especialmente para ti) que pegou a mania dos pais ou outros elementos da família de dizer "este fim de semana vou à terra".
Ora tal afirmação não está correcta, pois só vai à terra quem é de outra terra que não Lisboa (ou outros casos em que isto se aplique). "Ah e tal, mas Lisboa não é terra de ninguém". Bem, qualquer dia isso é verdade, pelo menos de noite, a cidade é quase fantasma (quase, que eu sou residente mesmo em Lisboa).
Além disso parece que é fino dizer-se vou à terra. Vejam lá a Miss a açambarcar-se do facto de a família ser da Madeira, que é fashion. Do Alentejo também é fashion, só falta toda a gente dizer que tem um monte (já que não é necessário especificar a natureza do mesmo).

Portanto eu venho reivindicar que SÓ SE DEVE DIZER VOU À TERRA CASO SE SEJA MESMO NATURAL DESSA TERRA. E até vou lançar uma votação ali ao lado.

Tenho dito.


*Isto mais parece um início de texto à Luís Figo.

11 comentários:

MiSs Detective disse...

tu es invejosa!
ate sotaque tenho LOLOL (nao que isso abone muito a meu favor). assim tou smepre na terra. nao sejas má para os sem terra!

bilhas disse...

:) Eu estou de acordo wed. Só vai à terra quem é realmente dessa terra! É o meu caso também... esta Miss Detective, pá! Manienta, caragos! :)

Anónimo disse...

E depois temos tantos que dizem com tom de superioridade, que vão á terra, ( entenda-se á parvónia ),onde dão uma de citadinos, que estão na aldeia mas na cidade é que é bom, e quando se vai saber, vivem muito pior do que muitos dos "parolos"que eles "fazem o favor2 de visitar de vez em quando.Detesto-os...

Né "tudoanorte"

Inútil disse...

Mai' nada, Wed!
"A terra" é o que vem na parte da Naturalidade no BI, não são as origens familiares.
Estas meninas citadinas com a mania que têm origens humildes... ainda por cima torcedoras de clubes que tiveram origem em casas de chá. Não há direito.

MiSs Detective disse...

eu nao vou pa terra dizer q sou da cidade, a minha terra é uma cidade. aiii pá esta gente continental lol

Mimo Azul disse...

:) já votei!
e adoro ir a terra!!
É agora já na Páscoa! Alturas festivas já se sabe!
Os lisboetas esses, ficam por cá, que nem sabem o bem que sabe sair daqui e ir à terra!!!

Bjoca XL

Vanita disse...

Também tenho a minha terra, onde nasci e adoro lá voltar. Aliás, quase todos os fins-de-semana o faço. Mas sinceramente, não gosto da expressão "ir à terra". Gosto mais de dizer o nome da mesma :)

Beijos

Tita disse...

também concordo e vou votar!

Gione disse...

Se eu fosse à terra (1ª opção, que subscrevo e votei)era longe, longe, em Angola.

Se eu fosse à terra (2ª opção, que não subscrevi) ia ainda mais longe até a Goa !

Assim, fico-me pela terra do meu marido, posso?
E pelas terras dos outros :)

wednesday disse...

Eu vou para a terra para descansar, que é o que melhor se faz lá!:P

E comer petiscos alentejanos. No inverno à lareira, no verão na piscina. De vez em quando combino coisas com a malta, mas a maioria também está em Lx, portanto...

McLlyr disse...

Minha mãe é de Lisboa e institula-se, com muito orgulho, de alfacinha, de gema… Foi em Lisboa que nasceu, como também muitos dos seus (e meus) antecedentes…
Sempre que vai a Lisboa, diz que vai à terra.

Lisboa já não é a mesma em que nasceu e cresceu, e tem saudades de como era outrora…
É de se dizer, que foi a terra da minha mãe que foi invadida por forasteiros?