terça-feira, outubro 07, 2008

O país está em crise

Basta ver os parques de estacionamento espalhados por essas cidades. A falta de espaço começa a tornar-se crucial: poucos lugares e ainda por cima para enfiar o carro no lugar ou sair do parque é preciso fintar traseiras e frentes de carros que teimam em ser maiores que as dimensões do estacionamento.

Senhores projectistas de estcionamentos automóveis: estão a limitar o estacionamento a quem tem carros pequenitos. Não é justo dado que o carro de luxo, vistoso, gordito, é objecto de desejo da maioria da população. Com empréstimos loucos ou não.

4 comentários:

nika_liu disse...

Desde que a aparência seja boa, não importam as dívidas...pelo menos parece ser assim que pensam a grande maioria das pessoas...

Maria João disse...

Acho que as prioridades do país estão de pernas para o ar :)

Maria João disse...

Acho que as prioridades do país estão de pernas para o ar :)

Thunderlady disse...

Isso também me faz uma ocnfusão danada: não a crise (que também faz porquen ão percebi nada de economia local muito menos da mundial que anda a pôr todos os países ao rubro) mas como é que ouço tudo falar da crise mas só se vêm grandes carrões!

Trabalho numa empresa virada para o mercado imobiliário e no outro dia um dos nossos vendedores perguntou-me porque não comprava uma casa das "nossas". Quando lhe disse que não tinha dinheiro para isso ele riu-se e respondeu para eu fazer ocmo todos: comprar e não pagar que depois o banco fica com ela e pronto. Com os carros sei que se passa amis ou menos o mesmo, o pessoal compra, fica a dever e depois é penhorado mas enquanto não é penhorado lá se vão divertindo. E asism se vai vivendo com os graúdos a falar mal da juventudo mas a darem exemplo e conselhos do pior (este vendedor de que falei terá uns 60 e tal anos).

Estamos entregues à bicharada!


(Ah, em relação ao espaço não me perguntes, mas pelo que apurei desde quero carro caiba rés-vés não há crise. Qual espaço para manobras, qual quê...!)