quinta-feira, junho 07, 2007

Ia a passear na Baixa...


... e esbarrei com o Robert. Apenas um desculpe, mas um olhar trouxe-me o reconhecimento. Mas hoje ele esbarrou comigo e depressa num americano belíssimo me pediu desculpa, me perguntou se estava tudo bem. Ali o centro das atenções era eu, talvez tivesse caíso ao chão, não me lembro. O sol ofuscou-me e apenas vi as sombras e vultos remexidos. Mas aquele olhar que reconheço, emergia do contraste solar. Para quem vem cá até só almoçar, elogio às nossas cozinhas, a simpatia navega oceanos também. Levantei-me ou apenas comecei a caminhar, não sei. Talvez fosse uma dimensão paralela.
Lembro-me que depois, a frio e longe, puxei o travão de mão com tanta força que o parti, num descarregar de emoções fervilhante. Nem me lembrei das tecnologias para memorizar eternamente este momento no meu singelo telefone...
Mas vinda agora do meu carro, estava intacto o travão...

3 comentários:

Cai de Costas disse...

Já acordaste?

MiSs Detective disse...

ja ta tudo bem??!! nao te aleijaste com essa pancada, pois nao??

wednesday disse...

Já estou no mundo da realidade, já.

E bem!;)