terça-feira, maio 20, 2008

E eu que nem ligo muito a mirtilos



Imagens, recortes, relações, viver a vida, personalidade, desgostos, tempo, sonhos, jogo, traição. Gostei muito deste filme, que fui ver no fim de semana. Uma boa aposta na simples Norah Jones. Um leque de actores conhecidos em registos genuínos de vida. Uma noite bem passada. E não meninos, não é filme de gaja. Bem podem ir ver este ao cinema se as meninas assim o pedirem. (Vá, o Jude Law é compensado pela Norah, Rachel e Natalie, é justo).

3 comentários:

Sahara disse...

Também gostei!
E não foi só do Jude Law (coisa mailinda!).
A beleza do filme está na simplicidade de tudo.
Espero que a apresentação aos colegas tenha corrido bem! ;D

Sadeek disse...

Wed...filme de gaja é meio caminho andado para...e se tiver choradeira pelo meio melhor ainda...isto é regra básica...HAHAAH


BEIJOOOOOOOOOOOOOOS

Justino Pénacova aka Menino Bonito disse...

Mais um filme que ensina... obriga a interrogar-nos... o que é o amor; a confiança; a lealdade; a reflectir sobre a existência ou não, da alma gémea, da pessoa que nos complementa.

Gostei essencialmente da parte, em que refere... a outra pessoa, é o nosso espelho.