quinta-feira, maio 08, 2008

Na senda da teaoria "velho" vs "novo"

Hoje em conversa à hora de almoço (num dia passado num curso de muito elevado nível, mesmo!) debatia-se o ensino em geral e, a certa altura, o ensiono da matemática em particular. Dantes fazíamos muitas contas mentalmente, sabíamos fazer no papel, sabíamos a tabuada, calculadoras se fossem científicas, deveriam ser as mais simples e sabíamos escrever um raciocínio para resolver um problema.

Hoje são obrigados a usar máquinas em exames e, pelo que ouvi e me escandalizou, a descrever não raciocínios, mas os procedimentos que fizeram na máquina. Já não há discernimento para olhar para um resultado e decidir sobre a sua validade e sentido. Não há atenção a unidades, aprendem-se as coisas cada vez mais tarde e ainda se passa a torto e a direito (a direito já devem ser poucos).

E eu pergunto: este ensino só faz com que tenhamos uma geração do ou tudo feito ou tudo comprado. Não há esforço, não há meio termo, não há limites. A meu ver, estas facilidades produzem pessoas cujo nível cívico e de formação não é o desejável.

Senhores políticos que possam ter um mínimo (mesmo que tenda para 0) de discernimento, por favor, não façam isso ao futuro do nosso país. Eles não têm culpa.

13 comentários:

Sadeek disse...

Wed...diz-me que isto não é verdade...os procedimentos que fizeram na máquina?! ARGHHHHHH...

Para onde isto caminha...

BEIJOOOOOOOOOOOOOOOO

Aisling disse...

Hã?????!!! Têm de descrever os procedimentos que fazem na máquina?! Quê?????
Está tudo doido. Só pode!

Tita disse...

Portugal está perdido!

Charlie disse...

Passei por aqui e gostei do que li.
Vou voltar mais vezes :D

Beijinho*

Charlie

www.vende-se-t2-avenida.blogspot.com

criptog disse...

Ui, mas antigamente decorava-se tanto também. Fazer as contas no papel ou saber a tabuada não implica saber porquê - também se faz simplesmente decorando resultados ou procedimentos. Acho óptimo que tenham de usar máquina - não é por não usarem que vão ganhar melhores competências. Tenho a sensação de que o problema que referes afectou mais os velhos do que os novos.

Pitanga disse...

Gostei do que li!

Beijos Vermelhos,
Pitanga

Restelo disse...

WHAT?? Escrever o procedimento da máquina de calcular?? Que ridículo!!
Eu já sou do tempo em que tinha um exercício em que tinha de usar a máquina... Detestei, aquelas porcarias são muito complicadas e durante quase todo o ano levava a minha máquina antiga. Só poucas semanas antes do exame é que lá aprendi a fonceminar com a maquineta...

Anónimo disse...

sim, ha uma pergunta no exame nacional de 12.º em que se tem de descrever os procedimentos efectuados... incluindo os programas a que se recorreu etc!

nao acho mal.. porque estamos a falar de descrever os procedimentos relativos à descoberta de derivadas ou caracteristicas de funções, normalmente mais complicaditas.. o que demoraria um exame inteiro se os resultados fossem feitos à mao... e é importante saber trabalhar bem com a calculadora

mas que vamos mal preparados para a universidade, disso nao ha duvida!

QqCoisa disse...

Aproveito para te desejar um excelente dia para ti!!! Que o melhor do ano passado seja o pior deste que começa!! Beijos amiga e tudo de BOM ou melhor... MARAVILHOSO para ti que bem mereces!! Beijões! E PARABENS!!! :D

Thunderlady disse...

Parabéns a você, nesta data querida, muitas felicidades,muitos anos de vida!!

Ehhhhhhhhhhhhhhh!!!!!!!!!

Muitos parabéns Wed, muitas felicidades!
Cheers

pensamentosametro disse...

Hoje não se fala de coisas tristes.


Parabéns miúda!!!!!!!


Bjos


Tita


tens um miminho pirosinho lá no "estaminé"

Fatima disse...

Parabéns a você..........lá..lá...lá....lá...lá....la.....
Um dia muito feliz!

Daniela disse...

Diz que hoje a menina é bebé (vi no blog da Mim, confesso, mas o que interessa mesmo é a intenção!) e por isso: PARABENS!!!!! :D

Que contes muitos e isso tudo, e faz favor de servir os croquetes e os rissois aos convidados que, obviamente, só veem aqui à procura dos comes e bebes tipicos de festa de anos!